Na pele de um Surfista,<br>a Vida é Paz e Equilíbrio
Na pele de um Surfista,<br>a Vida é Paz e Equilíbrio
Na pele de um Surfista,<br>a Vida é Paz e Equilíbrio

Interview

Na pele de um Surfista,
a Vida é Paz e Equilíbrio

Na pele de um Surfista: Tomás Valente

Entrar no oceano às seis da manhã e ver o sol nascer não é uma tarefa para qualquer pessoa. Para os surfistas, é certo, também não é uma regra apertada. Mas pode ser um hábito. Ali, envolvidos na água, estão numa segunda casa. É o lugar onde se renovam energias. É um pedaço de calma num planeta cada vez mais agitado. No oceano, a vida é mais feliz.

Tomás Valente vai direto ao assunto. “O surf é o cerne da minha vida”, assume o atleta. “Sinto-me saudável e feliz com o estilo de vida que o surf me deu”. “Se o mar estiver bom”, Tomás surfa todos os dias. E é com poucas palavras que admite: “se não o faço, fico irritado e com mau feitio”. Também para o jovem, surfar é muito mais do que pegar numa prancha e esperar pelas ondas certas. É adotar um estilo de vida mergulhado em prazer - que é transportado das águas do oceano para casa, para o trabalho e para outros contextos.

A forma de viver é especial. Estar no oceano é, também, alinhar o corpo com os ritmos da natureza. Com o vento. Com as ondas. É algo que vai além de respeitar o mar e o meio ambiente: respeita-se, acima de tudo, o bem-estar coletivo. Uma tarefa fácil para o Tomás, que aprendeu cedo com os pais: “tento ser minimalista no uso do plástico e evito gastar água estupidamente”. Algo básico “que toda a gente devia fazer”, remata.

Para o corpo, as vantagens também são palpáveis. A preocupação em manter uma alimentação saudável é constante. Tem de ser, para quem quer enfrentar as ondas e sentir a energia do mar. A superação chega por acréscimo. Cada conquista vive-se com a maior intensidade e a máxima é aplicada em tudo na vida. “A dificuldade de tentar fazer certas manobras faz com que no dia-a-dia também tenha a mesma vontade - de me propor a objetivos cada vez maiores”, explica. A persistência para continuar a alcançá-los é grande - sabendo, claro, que as ondas não vão ser sempre boas.

“Não penses em nada. Vai surfar”.

Com a prática de surf, tudo acontece, pois, no tempo devido e na medida certa. Entre uma alimentação equilibrada, um corpo exercitado, uma mente bem instruída, e o respeito pelo próximo e pela natureza, terminar o dia com um sorriso no rosto é uma garantia. Há foco, equilíbrio, coragem e determinação para navegar contra altos e baixos. Como se faz com as ondas do mar, claro está. E o conselho chega do próprio Tomás. “Não penses em nada. Vai surfar”. 

 

Titulo